Rodadas de Investimento: Como Conseguir Fechar uma Para Sua Startup

Toda startup no início, são marcadas por incertezas, por que trata-se de um produto inovador, em base de testes e em busca da aceitação do seu público, e é por isso que muitos investidores falham em buscar somente pelo aperfeiçoamento do produto e esquecem de buscar por investidores, agendar reuniões, correr atrás de capital para seus próximos objetivos.

E sabendo o quanto essa etapa é importante, que nós da EconoInvest Tech, iremos mostrar para você, investidor, como desenvolver esta etapa, entendendo os níveis de investimento, os perfis de investidores e como lidar com todos eles.

Escolhendo o investidor certo para sua empresa

Normalmente os investidores acabam transformando o seu modelo de negócios, modelo de monetização, tecnologia criada, escalabilidade, qualificação de time e mais, fazendo com que você, fundador, entenda onde estão as deficiências da sua startup. Mas não basta apenas encontrar um investidor que te leve para o caminho correto, mas que também tenha a mesma visão, princípio e ideologia que a sua. Você não vai querer que lá na frente haja conflitos por divergência de interesses não é mesmo? Por isso, mais importante do que o valor que o investidor fornecerá, é a coerência dentro da relação entre você e ele.

Tipos de investimentos dentro de uma startup

De forma igualitária, todos os investimentos funcionam da mesma maneira. Os investidores oferecem dinheiro em troca de participação acionária no seu negócio. Em poucos casos, podemos ter alguns tipos de permuta ou troca de conhecimento para obter a participação acionária.

Para definirmos a diferença entre eles, se é baseado em séries e os tipos de investimentos se alteram de acordo com o estágio da startup.

1 - Investimento Anjo

Este tipo de investimento é direcionado para a primeira rodada de uma startup, onde encontra-se os primeiros desenvolvimentos, a estruturação da base, montagem do time de colaboradores. Nesta etapa normalmente contasse com pessoas mais próximas para o auxílio, como a família, os amigos e pequenos investidores, portanto, os valores de investimentos a serem considerados nesta etapa são de até R$ 700 mil.

2 - Investimento Semente

Com a base sólida e a equipe responsável pelo projeto já estruturada, é iniciada a fase de pesquisa, desenvolvimento, validação de mercado e características sobre o produto e seu público-alvo. Dependendo da complexibilidade do produto, algumas startups necessitarão de novos profissionais para auxiliar no avanço do projeto, portanto, os investimentos e perfil de investidores devem subir um pouco mais além, sendo eles investidores anjo e fundos de venture capital. Com um orçamento de R$700 mil a R$ 2 milhões.

3 - Series A

Chegou o momento de expandir o capital, otimizando a base de usuários, criando novas ofertas de produtos/serviços, trazendo novos públicos para o seu negócio e expandindo para diferentes mercados.

É importante que para esta rodada de investimento, se tenha um plano de desenvolvimento de lucro a longo prazo. Os valores investidos giram em torno de R$2 milhões a R$20 milhões.

4 - Series B

A partir da Serie A, os investimentos a seguir encontra-se com foco em expansão, dentro e fora da startup, para isso terá a expansão do alcance de mercado, aprimoramento dos processos já estabelecidos, novas contratações, desenvolvimento e aperfeiçoamento completo de dentro para fora e isso também pode ajudar a conquistar novas empresas e ampliar até mesmo a marca. Os valores de investimento normalmente são os mesmos que da Serie A, podendo chegar a dezenas de milhões.

5 - Series C

Neste lance, não há nada que se possa fazer além de mais sucesso e maior expansão, nesta etapa, os investidores estarão buscando expandir seus negócios em território estrangeiro, a nível global e não para por aí, procurarão adquirir novas companhias de alto potencial com intenção lucrar mais que o dobro daquilo que foi investido.

Como conseguir investimento para sua startup?

Depois de toda essa explicação sobre como sua startup pode evoluir com os investimentos se torna quase que impossível não explorar esta possibilidade. Mas como se faz isso? Vem com a gente que mostramos exatamente o passo a passo de como você pode atrair os melhores investimentos para a sua startup.

Networking

De maneira menos formal e mais orgânica, o networking permite que você divulgue sua startup, quebrando o gelo e desenvolvendo uma conversa onde você vai poder demonstrar ao mercado que investir na sua empresa é um ótimo negócio. Diga que está interessado em formar grandes parcerias. Para isso frequente eventos e demais ambientes com empresários, onde você poderá desenvolver seu networking e encontrar investidores.

Mostre Resultados

Sabemos que para mostrar resultados você precisará de dinheiro e para conseguir dinheiro dos investidores, você precisará mostrar resultados, mas não se desespere. Foque em conseguir seu primeiro cliente e desenvolva um plano inicial ao qual um pequeno orçamento será suficiente para demonstrar certo resultado. Quando conquistar seu primeiro investidor, foque cada vez mais no desenvolvimento de resultados para atrair cada vez mais investidores.

Peça conselhos

Se desenvolveu seu networking na primeira etapa, significa que agora você já deve ter contatos interessantes de investidores, se beneficie disso. Peça conselhos, construa um relacionamento e a probabilidade dele se tornar um investidor no seu negócio é grande. Antigamente os empresários mandava e-mails e faziam ligações, além de soar desespero, não passa uma boa impressão, por isso, desenvolva muito bem uma relação com possíveis investidores e se garanta.

Aceleradora

Além de oferecer ótimos contatos, propor ótimo suporte e espaço para coworking, as aceleradoras ajudam a resolver dificuldades no processo de inicialização, desenvolvendo muito mais seu campo de aprendizado e tornando sua startup uma candidata a investimento de grande porte.

Trabalhe com números

Assim como você quer ver os resultados para seus esforços, aqueles que buscar investir em seu negócio também esperam por um retorno significativo e antes mesmo deles considerarem a ideia, precisam de uma ideia de que forma irão conseguir isso. Por isso trace menos, consiga resultados e mostre aos interessados, para que não haja dúvidas que investir no seu negócio é o melhor caminho.

Pitch Deck

Nada mais é que uma apresentação rápida, visual e impactante para encantar os olhares dos investidores e mostrar o porque devem investir em seu negócio, ou seja, seu diferencial. Normalmente conduzido por slides que servem como suporte para sintetizar as ideias sendo expressadas pelo apresentador.

O Pitch Deck é o ponto-chave, o ultimato para conquistar aquele investidor que você vem desenvolvendo uma relação desde o networking, por isso dedique-se a uma bela apresentação do seu projeto e converta muitos investidores.

Estas foram as dicas de hoje, para mais conteúdo sobre o mundo das startups, não deixem de acessar nosso blog, tem muita coisa bacana vindo por aí.

Ficou alguma dúvida sobre como desenvolver sua startup?

Nós podemos te ajudar!

Conheça a EconoInvest Tech, uma Venture Builder voltada para a criação e investimentos em startups, onde daremos total suporte em todo o processo de criação da sua startup, com profissionais altamente especializados que serão seus mentores nesta jornada.

Atenciosamente.

EconoInvest Tech.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

O que você procura?

Posts por Categoria

Fique por dentro do Mundo dos Negócios

Se inscreva em nossa newsletter para receber notícias, dicas e artigos para você melhorar seus resultados.

Qual Seu Perfil de Investidor?

Para se investir bem, diversas questões devem ser postas sobre a mesa. Sendo elas tempo, estratégia, conhecimento e demais assuntos, pois não basta ter em

Leia mais »